sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Paralisia Cerebral, fisioterapia e o Bobath


>








A paralisia cerebral (PC) foi caracterizada como um grupo de distúrbios e alterações no desenvolvimento da atividade e da postura, decorrentes de uma lesão não progressiva durante o desenvolvimento fetal ou infantil. Uma criança com PC apresenta alterações que varia desde leve incoordenação dos movimentos uma maneira de diferente de andar, ou até inabilidade para segurar um objeto, falar, ou deglutir , sendo que estas disfunções sensório-motoras caracterizam-se pela falta de controle sobre os movimentos por modificações adaptativas do comprometimento muscular resultando em alguns casos até deformidades óssea. Além disso Estas alterações modificam o desenvolvimento e o mecanismo do controle postural normal (MCPN)

A paralisia cerebral engloba várias dificuldades da vida diária de uma criança e resulta certo grau de limitações motoras e complicações sensitivas e cognitivas, que exige uma abordagem multidisciplinar capaz de intervir de modo fisioterapêutico ao longo da vida desses pacientes com esta patologia. Existem vários métodos de tratamento fisioterapêuticos usados na reabilitação motora de crianças com PC, o "facilitação neuro proprioceptivo(FNP), utilizando diagonais do kabat," Hidroterapia, Therasuit e o Bobath.  Os recursos utilizados no tratamento de PC visa minimizar as consequências e promover a Máxima função possível ao utilizar várias técnicas para melhorar seu desempenho nas suas atividades de vida diárias (AVDS)4. Onde haverá melhora da força, da flexibilidade, da amplitude de movimento (ADM), dos padrões, e em geral, das capacidades motoras básicas para a mobilidade funcional. Cada paciente tem sua necessidade individual, e o tratamento depende da avaliação do paciente.

O método Bobath foi desenvolvido durante a década de 1950 e tem se mantido atual ao longo dos anos, em função de sua dinâmica capacidade de adaptação frente ás novas bases neurocientificas. O conceito de facilitação motora baseia em dois princípios: a inibição ou supressão das atividades Tônica e reflexa anormal responsável pelos padrões de hipertonia e a facilitação das reações normais é altamente integradas de retificação e equilíbrio em sua própria sequência de desenvolvimento, com progressão para atividade especializada.

O Método Bobath é utilizado por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogas. O princípio do Conceito Bobath consiste na inibição dos padrões reflexos anormais e a facilitação dos movimentos normais.

O Bobath é utilizado para contribuir na reabilitação de crianças com PC. Logo abordagem fisioterapêutica na PC tem o objetivo de preparar a criança para uma função manter ou aprimorar os já existentes. Assim como, diminuir as sequelas da patologia e proporcionar maior grau de independência em suas atividades. Quanto mais precoce a ação para proteger ou estimular o sistema nervoso central melhor será a resposta e o prognostico do indivíduo, quanto antes diagnostico e o tratamento, maior eficácia terá o trabalho reabilitador, Voltado a prevenir deformidades musculoesqueléticas e estimular o desenvolvimento e habilidades motoras.

Os equipamentos mais utilizados neste conceito são: bola terapêutica, o rolo, o andador, o espelho, entre outros.



Dicas para Profissionais:
  • Liberação Miofascial - Ventosas + Instrumental+ Manual + Acessórios
  • Curso de Agulhamento a Seco (Dry Needling)
  • Curso - Aprenda a tratar Cervicalgias com Terapia Manual
  • Curso - Aprenda Auriculoterapia
  • Curso - Aprenda Ventosaterapia


  • Comente:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário