quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Tapping e sua aplicação no método Bobath


>




http://www.onebigstepfordaniel.co.uk/wp-content/uploads/2015/01/IMG_20150117_103936402.jpg

O tapping é uma maneira de se atingir o placing (habilidade de interromper um movimento em qualquer amplitude, voluntariamente ou automaticamente). Esta técnica é um meio de aumentar o tônus postural pelo estímulo tátil e proprioceptivo, ativar grupos musculares fracos, obter graduação adequada da inervação recíproca, estimular as reações de balance (equilíbrio, protecão e retificacão), e promover padrões sinérgicos de movimento (ativação muscular
adequada de agonistas, antagonistas e sinergistas).

A técnica consiste em pequenas batidas sobre segmentos do corpo. Estas batidas podem desencadear uma estimulação tátil e proprioceptiva, ou
uma co-contração, que é a contração simultânea de agonistas antagonistas
e sinergistas que possibilitam movimentos com estabilidade. O objetivo
desta técnica é possibilitar a manutenção automática de uma posição desejada. Ou seja, chegar ao placing e ao holding.

O tapping é utilizado somente quando o paciente está no melhor alinhamento biomecânico possível e em casos de fraqueza de um grupo muscular,
hipotonia global, ou necessidade de aumentar o tônus de atetóides e atáxicos. Não se utiliza o tapping na presença de espasticidade ou espasmos, a
menos que se objetive melhorar as reações de balance para ativar o ajuste as mudanças de postura.

Em pacientes com muita hipotonia deve-se aplicar um novo tapping rapidamente, em seguida do anterior, para que haja uma somac¸a˜o de estíımulos e o efeito não se perca. Assim, inicia-se a aplicacão de forma bastante rápida e quando se percebe as primeiras contrações musculares e um esboço de manutenção do membro pelo paciente, diminui-se progressivamente a velocidade dos estímulos. O paciente e´ tocado somente por curto período de tempo, para que assuma o controle quando estiver sem apoio.

É dividido em quatro diferentes formas:

  • Tapping de Inibição: Ativa grupos musculares fracos que não conseguem contrair-se como resultado da atividade excessiva dos  músculos antagonistas hipertônicos);
  • Tapping de Pressão: Serve para aumentar o tônus postural para a manutenção da postura contra gravidade; É feito para obter co-contração para manutenção da postura; Ativa a contração simultânea de agonistas e antagonistas; É usado em atetóides e atáxicos que tem mobilidade excessiva, falta de fixação e não sustentação do tônus postural.
  • Tapping Alternado: Serve para obter graduação apropriada da inervação recíproca e para estimular as reações de equilíbrio.
  • Tapping por Deslizamento: Serve para ativar padrões sinérgicos da função muscular pela estimulação de grupos musculares específicos responsáveis por aquela ação, com um movimento de alisar firme na direção do movimento desejado.
O Tapping é uma ótima forma de se trabalhar o conceito Bobath

O Bobath afirma que cada um tem o potencial para melhor funcionamento e o tapping ajuda muito a chegar nesse objetivo.  

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo de Terapia Manual? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário